(11) 4586-1129

Cuidado para não cair no golpe dos precatórios!

Golpistas ligam para aposentados afirmando pertencer a escritórios de advocacia ou a sindicatos e prometem liberação de dinheiro

Quem está esperando para receber um precatório deve ficar muito atento para não cair em golpes. Desde o ano passado, golpistas estão entrando em contato com credores, falando em nome de escritórios de advocacia ou sindicatos. Dizem que a pessoa tem um valor alto a receber mas, para liberar a grana, é preciso adiantar uma quantia.

Em Jundiaí, idosos que estão sendo assediados por golpistas, têm procurado o Departamento Jurídico da Associação dos Aposentados de Jundiaí e região, para mais orientações. ‘’Nossos associados estão recebendo cartas com a promessa de revisões de aposentadoria, e muitos casos já prescreveram, ou seja, não há valor legal. Na maioria dos casos, essas empresas fraudulentas pedem depósito em dinheiro com a promessa da revisão’’ informa Terezinha Ometto, secretária do Departamento Jurídico. Segundo ela, no caso dos precatórios, eles prometem antecipar o pagamento, contanto que o aposentado faça um depósito na conta deles.

Atenção máxima!!

Se, do outro lado da linha, a pessoa pede dinheiro, desconfie e não faça nenhum pagamento. Além disso, se o aposentado ou pensionista contratou um escritório de advocacia ou abriu o processo por sindicato, o credor assinou um contrato. ‘’É necessário ter extrema cautela em todos os casos. O ideal é procurar um advogado de confiança, preferencialmente o advogado que cuidou da sua revisão, ou ainda entidades como a OAB e Defensoria Pública’’, informa Juliana Nobre, assistente jurídica da Associação.

Empréstimo consignado

O assédio de financeiras que oferecem empréstimos consignados também vem trazendo prejuízo aos aposentados.

O que é mais grave, nesses casos, é a forma de acesso aos segurados, que pode estar ocorrendo devido ao vazamento de informações sigilosas.

Em abril, o INSS revelou uma investigação interna para identificar a origem da fuga e do uso indevido de dados de segurados.

É preciso desconfiar se:

  • Existem descontos desconhecidos no salário
  • Recebeu um empréstimo que não solicitou
  • Pagou o empréstimo, mas ainda há descontos

ASSOCIAÇÕES

  • Associações podem descontar parcelas diretamente nos benefícios
  • A mensalidade serve para custear seguros e diversos outros serviços
  • Mas, muitas vezes, o aposentado não sabe o que está contratando

Antes de se associar

  • Procure saber se há reclamações contra a associação
  • Leia atentamente o contrato de prestação de serviço
  • Não assine se tiver dúvidas sobre o que foi oferecido

REVISÃO

Um golpe muito comum é o que envolve a revisão do valor da aposentadoria. Em alguns casos, associações prometem a revisão em troca de uma mensalidade

Revisões também são oferecidas por golpistas que se passam por

advogados. Alguns falsários telefonam para o aposentado e dizem que trabalham no INSS.

Fique atento!

O INSS não cobra nenhum valor para fazer revisões

 atrasados.

Essas dívidas judiciais (precatórios) só são pagas após a conclusão do processo. Além disso, no caso de estados e municípios, falta dinheiro para pagar a dívida

Como a espera pela grana pode levar anos, golpistas prometem liberar o precatório. Para isso, os criminosos pedem a antecipação de uma certa quantia em dinheiro

O que é preciso saber

  • Não se deve antecipar valores para receber precatórios
  • Só recebe um precatório quem ganhou uma ação judicial
  • A ação só está concluída quando há o “transito em julgado”
  • Na dúvida, melhor consultar o advogado que moveu a ação
  • A Justiça também pode informar o andamento da ação
  • Se o precatório é do INSS, quem responde é a Justiça Federal

INTERNET

Criminosos também tentam tirar a grana do aposentado pela internet. Alguns criam até falsas páginas de bancos para aplicar os golpes.

Promoções e cupons de desconto podem ser usados como atrativos.

Fique de olho

  • Fique atento a links enviados por email ou no celular
  • Verifique se o nome do site acessado está correto
  • Não informe seus dados ou senha em sites desconhecidos

Outros cuidados

 IDENTIFIQUE OS DESCONTOS

É possível identificar descontos feitos na aposentadoria ou pensão do INSS

Meu INSS

Quem já é cadastrado deve fazer o login e informar a senha para entrar no Meu INSS

Ou Acesse gov.br/meuinss ou o meu.inss.gov.br. Se preferir, baixe o aplicativo.

Do lado esquerdo da tela, é preciso clicar em “Extrato de Pagamento de Benefício”

O site mostrará os últimos extratos. É possível ver os detalhes do mês clicando no sinal de +

O extrato apresentará quais foram os valores depositados e

descontados do beneficiário.

Bloqueio

Pelo Meu INSS, o usuário deverá acessar a opção

“Agendamento/Requerimento”

As opções são “Novo Requerimento” e “Atualizações para Manutenção do Benefício”

O segurado deve escolher a “Exclusão de Desconto de Mensalidade Associativa”

Por telefone

Pelo 135, basta escolher a opção 2, falar com atendente, e solicitar a exclusão.

Na Associação de Jundiaí

A Associação dos Aposentados e Pensionistas de Jundiaí e região, fundada há mais de 40 anos e considerada uma referência nacional na luta pelos direitos dos aposentados e pensionistas, também tem uma equipe jurídica que pode dar orientações e esclarecer dúvidas. A sede fica na Rua XV de Novembro, 1336, centro de Jundiaí e funciona das 8 às 16 horas. Ou ainda pelo telefone (11) 4583-1194 e (11) 9 76651121.

Fontes: INSS, Jornal Agora, AAPJR