(11) 4586-1129

INSS já informa valor da primeira parcela do 13º salário

Meu INSS mostra quanto vai cair na conta a partir desta semana

O valor da primeira parcela do 13º salário antecipado para aposentados e pensionistas do INSS já pode ser consultado pela internet.

O INSS confirmou a liberação das consultas e informou que a verificação também está disponível pelo telefone 135. A ligação é gratuita se for realizada de telefone fixo ou publico e tem custo de chamada local se for feita por celular.

As consultas pela internet podem ser realizadas pelo aplicativo Meu INSS ou pelo site meu.inss.gov.br. Após entrar na plataforma de serviços, o que exige o número do CPF e uma senha previamente cadastrada, o beneficiário deve procurar na tela principal e clicar sobre o título “Extrato de Pagamento de Benefício”.

À frente do campo que indica a competência “04/2020”, o valor que aparece é a soma do benefício mensal e da primeira parte da gratificação. Quem recebe um salário mínimo (R$ 1.045) verificará que o depósito programado é de R$ 1.568.

O abono será pago na competência de abril, cujos depósitos devem começar nesta sexta-feira (24). As datas de pagamento serão, portanto, as mesmas dos depósitos mensais de aposentadorias, pensões e auxílios.

A antecipação da gratificação —além de pagar a primeira parte em abril, o INSS vai antecipar a segunda parcela em maio— é uma medida emergencial do governo para reduzir a crise econômica provocada pela pandemia do novo coronavírus.

Agora simulou o valor das duas parcelas do benefício com base em faixas de renda que variam entre o piso de R$ 1.045 e o teto previdenciário de R$ 6.101,06 válidos para 2020. Veja os cálculos aqui.

Para quem já estava recebendo benefício em 2019 ou passou a ser beneficiário em janeiro de 2020, a primeira parcela do abono será equivalente à metade da renda mensal do segurado, sem descontos.

A segunda parcela, porém, poderá ser menor do que a primeira, dependendo do valor da renda mensal do beneficiário.

Para segurados com até 64 anos de idade e que têm renda mensal acima de R$ 1.903,98 haverá o desconto do Imposto de Renda.

Para quem tem a partir de 65 anos, o imposto é aplicado nos benefícios com valor mensal acima de R$ 3.807,96, pois há uma parcela extra de isenção.

Quem passou a ser beneficiário a partir de fevereiro tem um 13º salário proporcional ao número de meses em que recebeu a renda do INSS no ano passado, conforme a regra utilizada em anos anteriores.

A primeira parcela cai na conta dos segurados entre os dias 24 de abril e 8 de maio de 2020. Já a segunda parte da gratificação será depositada entre 25 de maio e 5 de junho.

Para segurados que ganham acima do piso, os depósitos da primeira e da segunda parcelas ocorrerão, respectivamente, a partir dos dias 4 de maio e 1º de junho. O dia do pagamento depende do final do benefício, sem o dígito.

O calendário oficial de pagamentos do INSS em 2020 pode ser conferido clicando aqui.

fonte: Agora/Folha/Uol